Como fazer um financiamento sem burocracia

Você pretende comprar a sua casa, ou até mesmo, um veículo? Apesar de serem bens de altos valores, ambos podem ser conquistados através de um financiamento imobiliário e financiamento de veículos, respectivamente. Os financiamentos tratam-se de créditos oferecidos por praticamente, todas as instituições financeiras do mercado, que por sua vez, apresentam condições bastante variadas e atrativas.

Entretanto, para que você possa ter acesso a tais créditos, é necessário primeiramente, efetuar uma solicitação, para que então, a mesma passe por uma análise de aprovação.

O que pode ser bastante burocrático. Mas se você está a procura de mais agilidade e praticidade, aqui neste artigo, você obterá diversas dicas de como fazer um financiamento sem burocracia. Portanto, confira o nosso conteúdo!

1-) Certifique-se que o seu CPF está regularizado

Um dos pontos principais que deve ser levado em conta na hora de efetuar a aprovação do crédito para um cliente, é saber se o seu CPF- Cadastro de Pessoa Física, está regularizado.

Através do CPF, a instituição consegue avaliar quais as contas registradas em seu nome, saber se as mesmas foram pagas, além da sua pontuação de score.

A pontuação em questão, trata-se basicamente de uma avaliação do quão bom pagador você é.

A mesma vai de 0 à 1.000, e é definida a partir de algumas informações suas, como por exemplo, o histórico de consumo.

Portanto, para que a sua pontuação aumente cada vez mais, é necessário mudar alguns hábitos.

Para que você se certifique que o seu CPF está regularizado, é possível acesso o site do Serasa Consumidor (https://www.serasa.com.br/score/), ou então, instale o seu aplicativo.

Assim, bastará informar o seu CPF, para obter a pontuação.

2-) Obtenha uma conta na instituição

É muito comum vermos instituições que oferecem seus créditos, mesmos aos que não possuem conta na mesma.

Entretanto, se você deseja obter um crédito com menos burocracias, o ideal é que tenha uma conta na instituição.

Obter uma conta, é favorável em diversos pontos, mas principalmente, na hora de efetuar a negociação dos valores a serem cobrados.

Além disso, o banco já terá aceso ao seu perfil, oque agilizará ainda mais o processo de aprovação.

3-) Tenha em mãos, todos os seus documentos

Como todos sabemos, na hora de solicitar qualquer crédito que seja, é necessário apresentarmos uma série de documentos.

Cada um responsável pela comprovação de algo específico, portanto, não podem faltar.

E para que haja menos burocracia em relação aos dados que deve apresentar, é interessante já ter em mente, alguns que podem ser solicitados.

  • CPF- Cadastro de Pessoa Física;
  • RG- Registro Geral;
  • comprovante de renda (atualizado);
  • comprovante de residência (atualizado);
  • carteira de trabalho;
  • declaração de Imposto de Renda;
  • comprovante de estado civil.

Apesar de alguns desses documentos não serem solicitados por determinadas instituição, tê-los em mão pode agilizar bastante o processo.

4-) Tenha uma quantia de entrada

Apesar de muitas instituições já não mais solicitarem um valor de entrada para o pagamento do crédito, ainda é recomendável que obtenha.

Até porque, isso deixa o processo com bem menos burocracia, já que assim, a liberação será feita mais rapidamente.

Quanto mais considerável for o valor disponibilizado para dar de entrada, melhor será a impressão que passará a instituição, já que a mesma pensará que o financiamento é algo planejado, e então você terá condições de arcar com a dívida, que impacta bastante a renda de sua família.

5-) Defina bons valores de parcela

Para que posteriormente você não se enrole em contas e juros, é fundamental que defina um bom valor de parcela.

O valor em questão, não deve interferir tanto em seu orçamento mensal, pois só assim, você terá a certeza que poderá arcar com o mesmo, por todos os meses de financiamento que vem pela frente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *